Identificação e caracterização do perfil nutricional de sêmolas contrastantes

  • S. Reis Faculdade Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa & Estação Nacional de Melhoramento de Plantas de Elvas - Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária
  • F. Pessoa Faculdade Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa & Estação Nacional de Melhoramento de Plantas de Elvas - Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária
  • I. Pais Faculdade Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa & Estação Nacional de Melhoramento de Plantas de Elvas - Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária
  • P. Scotti-Campos Faculdade Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa & Estação Nacional de Melhoramento de Plantas de Elvas - Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária
  • F. Lidon Faculdade Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa & Estação Nacional de Melhoramento de Plantas de Elvas - Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária

Resumo

Neste estudo assumiu-se como objetivo a caracterização de sêmolas contrastantes, no âmbito de um projeto para conclusão da Licenciatura em Bioquímica, na Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade Nova de Lisboa. A nível académico este projeto teve como objetivos principais o aprofundar de conhecimentos ao nível da produção agroindustrial, e ainda uma concretização prática de conhecimentos adquiridos durante a Licenciatura em Bioquímica, que atualmente se encontra em fase de conclusão. Foi também um objetivo, a perceção de como alguns procedimentos laboratoriais, anteriormente objeto de aprendizagem, podem ser utilizados na análise e caracterização de produtos da indústria alimentar, mais concretamente, na caracterização a nível nutricional de sêmolas contrastantes. Em 4 tipo de amostras de trigo duro (variedades Hélvio, Preto Amarelo, TE 1202 e Celta), cedidas pela Estação Nacional de Melhoramento de Plantas de Elvas – Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, efetuou-se a caracterização do peso, volume e de densidade dos grãos. Nas respetivas sêmolas efetuou-se uma caracterização de micro e macronutrientes, assim como os índices de cor, e teores de humidade, cinzas, proteínas, ácidos gordos, glúten, açúcares. Concluiu-se que nas quatro variedades de trigo duro a maioria dos parâmetros está dentro dos parâmetros legislados.

Publicado
2017-12-23
Secção
Resumos: Simpósio em Produção e Transformação de Alimentos