Abstract: O Canal TV IHSÉNIOR – Um espaço Web TV resultante da produção e realização televisiva na terceira idade

  • António Guilherme Leal Escola Superior de Educação de Coimbra (ESE), Instituto Politécnico de Coimbra (IPC), Coimbra, 3030-329 Coimbra, Portugal http://orcid.org/0000-0002-3914-8091
  • Luís Miguel Pato Escola Superior de Educação de Coimbra (ESE), Instituto Politécnico de Coimbra (IPC), Coimbra, 3030-329 Coimbra, Portugal
Palavras-chave: Envelhecimento Ativo, Protagonismo Sénior, Empreendedorismo, Animação socioeducativa, TV e WebTV

Resumo

Introdução. A velhice é um estado vivido e percecionado pelos próprios e pelos outros de forma diversa. Por isso, não só o conceito de velhice como o de envelhecimento ativo apresentam-se como conceitos difusos. Podemos considerar o envelhecimento ativo como uma predisposição física, mental e social para agir com impactos significativamente positivos sobre o seu estado de bem-estar físico, mental e social, com repercussões positivas ao nível das representações sociais (Debert, 2012). Nesse âmbito, abraçar novos desafios, desenvolver e aperfeiçoar expressões artísticas, como a pintura, música, teatro, fotografia e multimédia, são processos que servem de autossatisfação, mas em tempos de globalização mediática, em que todos podem ser considerados como recetores e comunicadores ativos, servem igualmente como formas de comunicação, como pontes de ligação com a sociedade envolvente no restabelecimento de laços sociais, de uma comunicação ativa, percecionados como enfraquecidos ou perdidos (Leal, 2017). Empreender projetos inovadores e de alguma complexidade na velhice, reforçam o valor e a robustez atribuídas a essas ligações com a sociedade (Andersen & Perrin, 2017; Magsamen-Conrad et al., 2017; Salgado & leal, 2015; Rubin & Rubin, 1982), como é o caso do projeto Web TV - Canal iHSénior. Este projeto caracteriza-se na sua génese pelo cumprimento de um conjunto de intenções. Primeiro, aferimos que, em Portugal e até em termos internacionais, a programação acerca de temas relacionados com os séniores é uma realidade praticamente inexistente. Constatamos também que os séniores encaram as inovações tecnológicas com um carácter utilitário. Isto é, impõem um uso instrumental com intenções premeditadas que faz com cada um destes elementos possua hoje um comportamento mais orientado. Logo, a possibilidade de também desempenharem um papel ativo na produção de conteúdos, é um dado adquirido. E é justamente da relação destes elementos que surge a ideia que sustenta este projeto – alunos séniores a produzir conteúdos televisivos acerca de assuntos relacionados com as especificidades da sua faixa etária.

Objetivos. O Canal TV IHSénior é um projeto em desenvolvimento, e resulta da produção e realização de um espaço de Web TV por um grupo de séniores que integram a Escola de Educação Sénior de Coimbra. O trabalho a apresentar tem como objetivo principal descrever uma experiência metodológica inédita.

Metodologia. Numa primeira fase o projeto será abordado numa perspetiva da animação socioeducativa e das ciências da comunicação. Numa segunda fase procura-se descrever a metodologia teórico-prática desenvolvida, que vai da aquisição de ferramentas cognitivas presentes em várias disciplinas, à apreensão de conhecimentos e de aplicação prática ao nível da pré-produção e da produção televisiva. Por fim, centramo-nos nos resultados alcançados com recurso à metodologia desenvolvida.

Referências

Anderson, M. & Perrin, A. (2017). Tech Adoption Climbs among older Adults. Washington, USA: Pew Research Center.
Debert, Guita G. (2012). A Reinvenção da Velhice. São Paulo: Edusp - Editora da Universidade de São Paulo.
Leal, António G. (2017). As Expressões Artísticas na Terceira Idade: da construção de uma visão positiva das suas capacidades, face às suas limitações, ao desafio de si próprio. Dedica, Revista de Educação e Humanidades, Universidade de Granada, 12: 33-51.
Magsamen-Conrad, K., Dowd, J., Abuljadail, M., Alsulaiman, S., & Shareefi, A. (2015). Life-Span Differences in the Uses and Gratifications of Tablets: Implications for Older Adults. Computers in Human Behavior, 52: 96–106.
Rubin, A.M., & Rubin, R.B. (1982). Older Persons' TV Viewing Patterns and Motivations. Communication Research--An International Quarterly, 9(2), 287-313.
Salgado, Lucília & Leal, António. (2015). Educação de Adultos Idosos: Uma mais valia na sociedade do conhecimento. In José D. Pereira, Marcelino Lopes, e Tânia Rodrigues (Coord). Animação Sociocultural, Gerontologia. Educação Intergeracional. Chaves: Intervenção Ed.
Publicado
2018-12-30
Secção
Perspectivas, Projetos e Intervenções sobre o Envelhecimento