Sentido de vida dos estudantes do primeiro ano do Instituto Politécnico de Leiria

  • David Silva ESSLei, IPLeiria
  • Luís Seiça ESSLei, IPLeiria
  • Raquel Soares ESSLei, IPLeiria
  • Ricardo Mourão ESSLei, IPLeiria

Resumo

A transição do ensino secundário para o ensino superior tem-se demonstrado uma fase complexa na vida dos estudantes, devido maioritariamente a fatores externos, tais como a mudança de casa, aumento do grau de dificuldade do ensino e mudança de estilos de vida, que podem muitas das vezes levar a desequilíbrios da saúde mental como problemas emocionais, depressão e distress, entre outros. Pretende-se então com este estudo analisar o sentido de vida destes estudantes nesta nova fase, repleta de mudanças e alterações, utilizando para tal uma análise quantitativa correlacional.

Os dados analisados serão obtidos anonimamente através de um questionário, salvaguardando a privacidade dos envolvidos no estudo. Entre os instrumentos de recolha de dados, figura um questionário sociodemográfico, a escala de sentido de vida, a escala de qualidade de vida SF-12, a escala de vivências académicas e a escala de ansiedade e depressão.

A nível de implicações na prática, pretende-se identificar quais são os principais problemas dos estudantes nesta transição, detetando-os o mais precocemente possível, com o objetivo de os auxiliar a ultrapassar esta fase, justificando assim a presença do enfermeiro no gabinete de apoio ao estudante.

Publicado
2015-11-20
Secção
Resumos: Conferência ENNIS & IMNRH